Ministério da Saúde

Saúde Digital

Educação

A Formação e Capacitação de Recursos Humanos é uma das prioridades estratégicas na implementação da ESD28. Buscando fomentar e promover maior sinergia nas iniciativas educacionais na área de Saúde Digital no Brasil, o DATASUS vem realizado esforços para identificar as lacunas em formação e consolidar as ofertas existentes.

Caso tenha interesse em encaminhar sua iniciativa educacional em Saúde Digital para alinhamento junto ao DATASUS, envie um email clicando neste link.

Programa Educacional em Saúde Digital

O Programa foi criado ao longo de março e abril de 2020 por meio de uma parceria entre a Universidade Federal de Goiás – UFG (Comissão de Governança da Informação em Saúde da UFG – CGIS; Centro de Inovação em Gestão da Educação e do Trabalho em Saúde – CIGETS; Laboratório de Pesquisa em Empreendedorismo e Inovação da UFG – LAPEI), a Universidade de Brasília – UnB (Laboratório de Inovação e Estratégia em Governo (Linegov); a Universidade Aberta do SUS – UNA SUS; e o Ministério da Saúde, por meio da Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde (SGETS), Secretaria de Atenção Primária à Saúde (SAPS); e Secretaria Executiva –  DATASUS. o Programa Educacional em Saúde Digital nasceu da necessidade de qualificação dos trabalhadores que fazem o uso das TIC no setor saúde, tanto para a gestão quanto para a atenção à saúde. A iniciativa tem o objetivo de difundir o tema entre os trabalhadores da área da saúde como parte do esforço para a implementação da Estratégia de Saúde Digital no Brasil.

O Programa oferece microcursos 100% online que trazem conteúdos em linguagem acessível, dada a complexidade do tema, para aqueles que não tem como principal área de atuação as TICs.  Abaixo a relação dos três Microcursos de Saúde Digital já disponíveis, basta acessá-los clicando nos links e realizar sua inscrição:

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO UFG

Curso de especialização lato sensu em Saúde Digital em formato EAD;

– Parceria entre o Ministério da Saúde, por meio da SGTES e do DATASUS, e a Universidade Federal de Goiás – UFG.

– Objetivo geral: Promover o aprimoramento e/ou a qualificação no contexto das tecnologias digitais de informação e comunicação (TDIC) em saúde, com vistas à melhoria dos processos de trabalho, de gestão e da qualidade da atenção à saúde no SUS.

– Público-alvo: Este curso destina-se à gestores municipais e estaduais de saúde; profissionais da tecnologia da informação que atuam no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS) e profissionais de saúde, preferencialmente aqueles que compõem as equipes da Estratégia Saúde da Família (ESF), diplomados em cursos de graduação reconhecidos pelo Ministério da Educação, com interesse de formação em saúde digital.

– Carga-horária: 450 horas.

– Duração: 12 meses.

– Total de 135 vagas a serem distribuídas pelas Regiões do Brasil.

As vagas serão distribuídas conforme descrito abaixo:

a) Norte: 33 vagas;

b) Nordeste: 33 vagas;

c) Centro-Oeste: 23 vagas;

d) Sudeste: 23 vagas;

e) Sul: 23 vagas;

– Edital lançado. Link para Edital: edital_espSaudeDigital_01_2021.9dc5b541.pdf (ufg.br)

– Período de inscrição: 01/02 a 02/03;

– Início das aulas previsto para o dia 27/04/2021; – Mais informações em Portal Especialização (ufg.br)

Microcurso 1Trajetória da Saúde Digital no Brasil

Duração – 10 horas

Período para matrícula – encerrado

Microcurso 2 RNDS: o que precisamos saber?

Duração – 15 horas

Período para matrícula – encerrado

Microcurso 3Segurança e ética no compartilhamento de dados pessoais de saúde

Duração – 15 horas

Período para matrícula – encerrado

Workshop de FHIR e Modelagem Clínica.

Tendo em vista a imensa relevância dos modelos de informação clínica e do uso do padrão FHIR (Fast Health Interoperability Resources) para a Saúde Digital e em especial para a plena utilização da RNDS, o DATASUS promoveu um Workshop Virtual sobre o FHIR e a Modelagem de Informações Clínicas. A capacitação foi destinada aos técnicos do Ministério da Saúde, da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). O evento foi realizado nos dias 7, 8 e 9 de outubro por meio de plataforma virtual, das 14h às 18h, e contou com 25 vagas – das quais 15 para o MS, 5 para a Anvisa e 5 para a ANS.

Por meio de uma abordagem teórica e prática, baseada em problemas e com dinâmica em equipe, esta capacitação objetivou propiciar aos participantes a conhecerem os métodos de trabalho sobre a modelagem de informação clínica e uso do padrão de interoperabilidade HL7 FHIR. Este conhecimento tem sido fundamental para a equipe do DATASUS no desenvolvimento da RNDS.

O workshop foi dividido por temas:

  1. Introdução a padrões de interoperabilidade;
  2. Fundamentação da modelagem de informação clínica;
  3. Visão geral do padrão HL7 FHIR;
  4. RNDS e prática da modelagem de informação clínica.

O evento contou com o apoio do Hospital Alemão Oswaldo Cruz (HAOC), por meio do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (PROADI-SUS).