Ministério da Saúde

Saúde Digital

O que é a Saúde Digital?

Saúde Digital compreende o uso de recursos de Tecnologia de Informação e Comunicação (TIC) para produzir e disponibilizar informações confiáveis, sobre o estado de saúde para quem precisa, no momento que precisa. O termo Saúde Digital é mais abrangente do que e-Saúde e incorpora os recentes avanços na tecnologia como novos conceitos, aplicações de redes sociais, Internet das Coisas (IoT), Inteligência Artificial (IA), entre outros.

Importância de uma Estratégia de Saúde Digital (ESD) em âmbito nacional

Conforme propõe o Pacote de Ferramentas da Estratégia Nacional de e-Saúde (National eHealth Strategy Toolkit) elaborado pela Organização Mundial de Saúde  em conjunto com a União Internacional das Telecomunicações (OMS/UIT), a construção de uma Estratégia de Saúde Digital (ESD) deve ser desenvolvida com o objetivo de utilizar recursos de TIC para resolver problemas do sistema de saúde e, portanto, é essencial que ela tenha o planejamento do sistema de saúde como norte para, a partir dele, prospectar possíveis soluções de TIC capazes de apoiar a consecução e o monitoramento de seus objetivos.

A Estratégia de Saúde Digital e a COVID-19

A pandemia do Coronavírus evidenciou de forma cristalina a importância da informação oportuna e precisa como instrumento de operação de tomada de decisão para as necessidades de curto, médio e longo prazos em saúde. O cenário dinâmico e de grande risco à população provocado pelo novo Coronavírus, exigiu respostas contundentes de todo o sistema de saúde e, em especial do SUS, para coordenar as ações nacionais e orquestrar os esforços de estados, municípios e mesmo da Saúde Suplementar.

Assim, o Programa Conecte SUS, principal iniciativa da Estratégia de Saúde Digital, foi impulsionado a priorizar as ações para que estejam em pleno alinhamento com as necessidades nacionais de combate à COVID-19. A Rede Nacional de Dados em Saúde, RNDS, foi rapidamente alçada à posição de repositório nacional de dados da COVID-19, passando a integrar as ações de recebimento, processamento e disponibilização de notificações de agravos, resultados de exames e ocupação de leitos por Coronavírus. O DATASUS se mobilizou rapidamente para que a RNDS passasse a ser, também, a grande integradora de serviços sobre a COVID-19, como o TeleSUS, a teleconsulta, novas apps voltadas para autoavaliação de usuários, e a disponibilização de informação para o usuário sobre a doença e, também sobre a situação da pandemia, para cidadãos e gestores.

A Estratégia Brasileira

Comitê Gestor da ESD

Implementação Conecte SUS

Boletins Conecte SUS

Relatórios de Monitoramento

Telessaúde

Material de Apoio

Fale Conosco